sexta-feira, 9 de maio de 2014

[DIY] Chutney de beterraba

Quando estive no Mercado Gourmet do Campo Pequeno, provei alguns chutneys, que nunca tinha provado. Um com gengibre: odiei; um com tomate e manjericão: comprei; provei depois um de beterraba, de uma marca portuguesa que lhes chamava "chutnim", mas não comprei porque já tinha comprado um. Quando o de tomate e manjericão se acabou, pus-me em pesquisas para usar as beterrabas, que nunca se acabam cá em casa (óptimas para quem quer repor ferro). Acho que os chutneys vão substituir os pickles por aqui e, embora não se adequem tanto como aqueles para ajudar na digestão das refeições, são um complemento agridoce muito bom para alegrar um pouco o prato mesmo nos dias em que não há tempo para muito. E são bons para barrar em sanduíches para marmitas, um dia destes para aproveitar o sol na cidade (apesar dos pós de Primavera!). Preço de um chutney: encontrei este do Continente a €4,59; em versão do-it-yourself: €0,60 da beterraba, €0,35 da cebola, €0,70 das maçãs; o resto é difícil de calcular, mas residual. Dispensei o gengibre fresco, que é demasiado forte para mim, e preferi em pó, e mais umas adaptações... Give it a go: ficou mesmo muito bom.


Chutney de beterraba (adaptado do fórum da Nigella)
2 beterrabas médias
1 cebola média
2 maçãs médias
1 colher de chá de gengibre
1 colher de chá de noz moscada
1 colher de chá de pimenta jamaicana
1 colher de chá de canela
5 colheres de sopa de açúcar
250ml vinagre de vinho branco
1 colher de sopa de coentros secos
sumo de 1/2 laranja

Lavar muito bem as beterrabas com escova de legumes, cortá-la em quartos ou oitavos e assá-la no forno durante pelo menos 40 minutos, em papel de alumínio fechado, com flor de sal.
Tirar do forno e tirar a pele. Cortar em pedaços pequenos.
Cortar as cebolas e maçãs e colocar numa frigideira com o vinagre, açúcar, alho, as especiarias e o sumo de laranja. Deixar no lume até ferver. 
Juntar depois a beterraba partida, deixar ferver de novo e deixar a cozinhar em lume brando durante cerca de meia hora ou até a mistura ficar como gel e densa.
Deitar em frascos esterilizados.

2 comentários:

Lia Teixeira disse...

Adoro chutneys e estando eu na onda da beterraba, fiquei logo de olhos arregalados para este!!
Beijinhos e bom fim de semana,
Lia.

Mariana Neves disse...

A melhor receita de chutney do mundo!! :)
Obrigada pela partilha*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...