sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Uma [Dica] para o Dia da Poupança

Que a marmita serve para poupar já todos sabemos, pelo menos desde 2011, quando a crise se instalou de armas e bagagens no nosso país. Hoje, que se assinala o Dia Mundial da Poupança, deixamos apenas uma dica que é ao mesmo tempo ecológica e que aprendi ao ver um programa da Oprah uma vez no ginásio! Há quase oito anos que a coloco em prática e é tão simples como:


- usar menos um guardanapo de papel por dia -

A ideia vem do "The Green Book", de Elizabeth Rogers, que Oprah recomendou. A poupança é nas compras e no lixo... Basta que não se coloquem logo guardanapos na mesa para cada pessoa, e que só se vão tirar se forem necessários (podem também colocar-se em molho sobre a mesa e voltar a arrumar os que não foram precisos). Vão ver que a maior parte das vezes não há uma necessidade real de um guardanapo, pelo menos para adultos. Lava-se a boca a seguir!

Ah, e já viram isto? No Continente, o preço dos guardanapos reciclados é 15% inferior ao dos brancos! 


Quais são as vossas dicas de poupança super fáceis de pôr em prática?

quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Lógica da batata frita

A verdade é que não fazemos muitas batatas fritas em casa, mais por preguiça e aversão aos cheiros a fritos e aos óleos que é preciso separar para colocar no oleão, do que por consciência de que não as deveríamos comer. Reservamos essa falta de consciência para quando vamos à rua e, com tanta moda de hamburguerias, as opções não faltam. Aqui por casa, passamos a colocar orégãos nas batatas fritas depois de ver o mesmo na Hamburgueria do Bairro. Um bom papel absorvente, óleo Fula com redução do cheiro a fritos e uma fotozinha a correr é quanto basta (não, não pomos sal em batatas fritas, nem das doces nem das outras). Não é de marmita, o que é uma pena.


A Fula tem o passatempo Lógica da Batata no Facebook para aqueles que acham que as suas batatas "é que são" e com um circuito associado de restaurantes em Lisboa e no Porto onde as batatas fritas são estrelas da casa. O passatempo decorre até 28 de Novembro.

Festival dos Míscaros - Alcaide (Fundão)

Está aí o Míscaros - Festival do Cogumelo em Alcaide, Fundão! Nos dias 14, 15 e 16 de Novembro.

Destaque na programação, que inclui tasquinhas, animação de rua e workshops, para os passeios micológicos:


Mais info

terça-feira, 28 de Outubro de 2014

Papas de aveia

As overnight oats foram a minha grande descoberta do ano. Passei depois às papas de aveia feitas num tacho e a grande desvantagem é ter mais um tacho para lavar - ó tarefa odiosa - , porque em tudo o resto é só a ganhar. São ainda melhores. Igualmente económicas, saudáveis e muito simples. Ficam mais quentes e por isso sabem bem agora que o tempo parece finalmente arrefecer, e são bastante saciantes. Depois de umas amigas me terem pedido a receita, decidi colocar aqui para depois só dizer 'vai ao blog, pela tua saúde!'. São uma boa solução para me fazer comer fruta pela manhã, algo que é importante para a saúde (não só comer fruta, mas que isso aconteça ao pequeno-almoço) mas que simplesmente me é difícil de outra maneira. Aqui com puré de maçã para escoar a sacada de maçãs que recebi da Beira Baixa.


Papas de aveia
3 colheres de sopa de flocos de aveia fina (recomendo a Jerónimo do Pingo Doce)
100ml leite
1 colher café sementes de chia
canela a gosto (também se pode colocar alfarroba)
sementes de girassol a gosto

Num tacho, colocar o leite e deixar aquecer. Colocar os flocos de aveia, a chia e a canela e deixar engrossar, mexendo ligeiramente. Quando estiver consistente, retirar do lume e cobrir com sementes de girassol a gosto.
Sugestão: servir com puré de maçã e canela.

 A Marmita Lisboeta está no Facebook / no Instagram (@ marmitalisboeta )  / no Zomato

domingo, 26 de Outubro de 2014

Sauerkraut, aka chucrute


Já me perguntaram porque não partilho mais vezes as fotos das minhas marmitas on the spot. Além de ter agora alguns dias em que trabalho a partir de casa, Outubro é um mês de aniversários na família (quatro!), e quando levo marmitas nem sempre tenho à vontade para tirar fotos em frente aos colegas/transeuntes, por muito que a cultura Instagram se tenha instalado, e bastantes são "cromos repetidos". Noutros dias ainda, quando quero partilhar com os leitores as minhas singelas marmitinhas, só para mostrar alguns pormenores ou dar pequenas ideias, quando abro a caixinha na hora de almoço o que se vê é:


Em casa, na noite anterior, era um mosaico de sobras que prometia bastante: cuscus com milho, salsichas de soja Izidoro (acho), uma forma de silicone de queques com grão e outra com chucrute. Tão remediadinho e tão bonitinho, achava eu. Tombou tudo na viagem para o trabalho e acabamos com isto que vêem acima, senhor. O sabor: continuava lá. E a receita entra directamente para a lista das 'receitas frias', porque foi comido à secretária sem ir ao micro-ondas aquecer e que bem soube. Parte do sabor vinha da chucrute, que felizmente fotografara na véspera e que foi inspirada num prato que comi na Alemanha, a famosa Sauerkraut, que tinha imensos cominhos e me soube maravilhosamente depois de dias e dias marcados por pratos com fritos! Já em tempos fiz pickles de couve, mas experimentei fazer directamente na frigideira e encontrei mais uma solução para aquecer tudo junto com o prato principal - ou para deixar tudo frio, como acabou por acontecer. Um todo-o-terreno para a marmita, portanto.

A receita»»»

sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Cafés solúveis


A Delta relançou a sua gama de cafés solúveis: há opções Delta Cereais + Café Solúve (mistura de vários cereais torrados com adição de café); Delta Cevada Solúvel; Delta Café Solúvel; e Delta Decaf Solúvel. Um sinal de que se continua a beber muito café em casa e de que as pastilhas não dominam o mercado doméstico...

quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

[Dica] Promoções 10 anos Ikea

O que mudou nas nossas cozinhas com o Ikea... O icónico escorredor é só o começo! A loja sueca está a comemorar 10 anos em Portugal com uma campanha de 10 dias que arranca amanhã, 24 Outubro. E arranca logo com dois dias especiais dedicados às promoções nos produtos de cozinha.

Além disso, terá descontos superiores numa selecção de produtos durante os 10 dias de comemoração (24/10 a 2/11). A Marmita Lisboeta faz-vos o jeitinho de seleccionar as que mais podem ser úteis para as nossas cozinhas!

Ah e se forem membros do Ikea Family, comprem primeiro a refeição no restaurante e apresentem a conta no momento de pagar os produtos!

 A Marmita Lisboeta está no Facebook / no Instagram (@ marmitalisboeta )  / no Zomato

segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

[DIY] Creme de cogumelos Portobello

Quando estive no ano passado uma semana em trabalho em Antuérpia, na Bélgica, fiquei num estúdio para poder cozinhar (e fugir à solidão dos hotéis). 
Estação de comboios de Antuérpia: a mais bonita e espectacular por que já passei
À chegada, fiz compras num Carrefour de proximidade, de onde veio uma solução para quem não tinha quase acessórios para cozinhar: creme de cogumelos instantâneo. Nas noites frias de Dezembro, o creme de cogumelos salvou-me (como a internet enganou a solidão): era só adicionar água quente e ali tinha um creme reconfortante e saboroso. Quando o tempo começou a refrescar, lembrei-me desse creme e quis fazê-lo eu mesma [daí o DIY para algo que era instantâneo], mas desta vez onde tudo sabe melhor: em casa.


Creme de cogumelos Portobello
300gr cogumelos Portobello (ou 2 unidades)
1 cebola grande
1 dente de alho
1/2 caldo de legumes Knorr
2 colheres de farinha Maizena (amido de milho)
1 chávena de leite
1/2 pacote natas light
azeite
sal e pimenta
sumo de limão
cebolinho (opcional)

Num tacho, colocar azeite e a cebola picada e alho, deixar refogar. 
Separar os troncos dos "chapéus" dos cogumelos. Picar 1/2 chapéu do cogumelo e reservar, regando com limão. 
Deitar os restantes cogumelos picados no refogado, adicionar o caldo de legumes com água e deixar ferver durante 5 minutos. Colocar a metade do cogumelo num cesto de legumes e deixar cozinhar a vapor, ou saltear numa frigideira se preferir.
Retirar o cesto de legumes e passar o creme com varinha mágica. Voltar a levar ao lume e adicionar natas, e farinha Maizena dissolvida em leite antes de adicionar. Rectificar a consistência e temperos. Servir com cebolinho seco ou fresco.

A Marmita Lisboeta está no Facebook / no Instagram (@ marmitalisboeta )  / no Zomato
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...